Violência Contra Animais é Covardia e Crime, Denuncie. Amar Os Animais é Amar a Si Mesmo. Bem-vindos!

Obesidade em Cães e Gatos

Obesidade, Fofinhos Sim Gordos Não.



Assim como no mundo dos humanos, a obesidade
é um problema grave para animais domésticos.
Ela atinge entre 25% e 40% dos cães e gatos em
todo mundo e constitui a doença que mais que
mais prevalece nessas espécies. As consequências
são osteoartrites, diabetes, problemas cardíacos e
dermatológicos, entre outros.

Como saber se o animal está obeso?
Quando está 15% acima do peso ideal.

Como deve ser a alimentação de um animal  sadio ?
Estabeleça uma rotina com horários fixos.
Não deixe o alimento à disposição do animal por
mais de 15 minutos a cada refeição. Se ele não comer,
retire a vasilha. Além disso, deixe-o fora da área de
preparação da alimentação e não permita que
presencie a refeição dos humanos.

Como calcular a porção ideal de ração?

Nas embalagem dos alimentos comerciais existe a
quantidade diária recomendada de acordo com o
porte e idade. Preste atenção se será preciso algum
ajuste (aumento ou redução de quantidade) em
função do nível de atividade física e condição
corporal (magro, peso ideal ou com excesso).
Caso as informações sobre calorias não estejam
contidas na embalagem, solicite ao fabricante por
meios dos serviços de atendimento ao consumidor.

Os petiscos devem ser abolidos?

Ofereça petiscos não calóricos e que supram a
necessidade de ansiedade do animal.
Ossinhos de couro vão bem.
Como não ceder a olhares, latidos e miados à beira
da mesa?
Cada concessão reforça comportamento indesejável.
Ofereça carinho e atenção como forma de recompensa,
em vez de comida.
E também brinquedos e passeios para o animal não
encontrar no alimento sua única fonte de distração
e prazer.

Como reduzir a obesidade?

No caso de pets diagnosticados como obesos,
aplicar rapidamente uma terapia integrada de
redução calórica com ingestão de alimentos,
apropriados (versões light ), com uma
rotina e atividade física e ausência de petiscos.